Notícias

Ex-presidente não se arrepende de estouro de champagne

Álvaro Barcellos se diz perseguido

Publicado em 7 de dezembro de 2013 às 14:44

3Uma das cenas que mais entristece o torcedor do Fluminense foi protagonizada por um ex-presidente. Álvaro Barcellos, mandatário do clube em 1996, comemorou a manutenção do clube na Série B estourando champagne com toda a imprensa em volta. Apesar do ato, não mostra arrependimento.

- Não houve nada. Mas qualquer coisa diferente fica marcada. Foi um momento triste da minha vida, mas nunca tive arrependimento. Foi um momento que eu soube que não tinha caído, o Carlos Henrique trouxe champanhe. Não houve nada pré-estabelecido. Não tinha nada combinado, foi um momento de alegria de todos presentes. Senão eu nem teria aberto, nunca fui de querer aparecer. Sempre fiz o bem pelo clube. Mas no Brasil só é lembrado por coisas ruins. Coisas ruins que saem na manchete. O que fizeram comigo foi uma chantagem emocional, de me perseguir – disse Barcellos.

 

Fonte: Globoesporte.com - Autor: Leandro Dias

« Voltar