Diretor gremista: “Fluminense é um dos maiores times do Brasil”

treinoFluminense e Grêmio vão se enfrentar pelas quartas-de-finais da Copa do Brasil, como ficou definido, em sorteio, nesta tarde. De acordo com o diretor executivo de futebol da equipe gaúcha, Ruy Costa, o duelo tem tudo para ser equilibrado, dada as forças das equipes. Ele, aliás, entende que o Tricolor possui um dos times mais fortes do Brasil.

– É uma competição que reúne agora o que há de mais qualificado. Qualquer adversário sabíamos que seria difícil, mas nosso grupo está preparado. O Fluminense é um dos maiores times do Brasil e tem um elenco muito qualificado. Esperamos passar pelo Fluminense – analisou.

Enderson fala sobre sequência difícil do Flu no returno do Brasileiro

enderson moreiraO segundo turno da principal competição do país não começou da melhor maneira para o Time de Guerreiros. Derrotado pelo Joiville e pelo Atlético-MG, agora o Time de Guerreiros terá o Corinthians pela frente e, em seguida, o Flamengo. Sabendo que não pode mais vacilar, o técnico Enderson Moreira falou sobre este contexto.

– Início é sempre difícil. Joinville esteve perto de tirar ponto do Palmeiras lá dentro. Por um detalhe acabou perdendo. Jogo de oportunidades. Às vezes, joga bem e perde, joga mal e ganha. Não faço projeção. A gente quer pontuar. Campeonato está indo para sua reta final. Temos que nos preocupar com o que podemos fazer diariamente. Todos os jogos são importantes. Importante é terminar muito bem e vamos trabalhar por isso – disse.

Técnico evita lamentar, mas frisa que ausências fazem a diferença

enderson moreiraO Fluminense vem tendo de se desdobrar, sobretudo nas laterais, para suprir a questão dos desfalques. Contra o Atlético-MG, mais uma vez, a equipe atuou sem peças importantes. O técnico Enderson Moreira discursou sobre o fato, lembrando que o time mineiro estava com todos os atletas à disposição.

– Dor de cabeça constante, vários e vários desfalques. O Atlético não tinha nenhum jogador fora, uma situação que para nós não acontece há várias rodadas. Buscamos alternativas. Às vezes, funciona num jogo ou outro. Em virtude do que temos passado, contusões, cartões, saída do Marlon para a seleção (olímpica). Temos jogadores extremamente importantes que não participaram do jogo. Não adianta lamentar – disse.

R10 explica encontro com jogadores do Atlético-MG nos vestiários

Ronaldinho posa com Dátolo e Luan, numa das fotos que tirou com jogadores do Atlético-MG, na última tarde (Imagem: Reprodução Instragram)

Ronaldinho posa com Dátolo e Luan, numa das fotos que tirou com jogadores do Atlético-MG, na última tarde (Imagem: Reprodução Instragram)

Depois do duelo da última tarde, quando o Fluminense saiu de campo derrotado por 2 a 1, Ronaldinho Gaúcho foi assediado por ex-companheiros do Atlético-MG. Alguns torcedores do Tricolor não gostaram, criticando o craque dentuço, através das redes sociais. Questionado sobre o tema, em entrevista coletiva concedida nesta tarde, ele explicou:

– Isso eu faço quase todos os jogos. Fui lá porque fiz uma história no Atlético. Fiquei anos lá. Vários pediram a camisa. Meu mau rendimento ontem não tem nada a ver com a foto após o jogo.

Ronaldinho concorda com vaias da torcida: “Tenho de me esforçar”

ronaldinho joão filipeContratado com muitas pompas, Ronaldinho ainda não mostrou a que veio. Tendo disputado seis jogos pelo Fluminense, o atleta não deu assistência ou estufou as redes. Nesse sentido, a paciência do torcedor parece ter se esgotado. Tanto que, no último jogo, contra  o Atlético-MG, o atleta ouviu as primeiras vaias desde que chegou ao Time de Guerreiros.

– Normal, quando um jogador não vai bem, a torcida criticar. Não fiz um bom jogo e a torcida tem todo o direito de criticar. Tenho de me esforçar para voltar a ter boas atuações – disse.

Renato espera confronto muito difícil contra o Corinthians

renatoSe jogando em casa o Fluminense perdeu para o vice-líder, Atlético-MG, por 2 a 1, fora de seus domínios o Time de Guerreiros vai ter uma missão ainda mais espinhosa: bater o líder, Corinthians. Ciente da complexidade da partida, o lateral-direito Renato espera que Enderson consiga armar a equipe bem, para o duelo da próxima quarta-feira, no Itaquerão.

– Vai ser um jogo difícil. Temos de jogar com inteligência lá. Sabemos a força do Corinthians, mas vamos ver o que o professor vai fazer nesses dois dias para chegar lá bem e vencer – disse.

Mando de campo pouco importa para diretor do Grêmio

2O sorteio para a definição dos jogos das quartas de final da Copa do Brasil apontou o confronto entre Fluminense e Grêmio. As equipes vão fazer o primeiro duelo no Maracanã e o segundo na Arena do Grêmio. O diretor de futebol do time gaúcho, Rui Costa, acredita que, diante da história dos clubes, o fator casa não será algo tão importante.

- Em jogo com esse patamar, com equipes desta grandeza, o fator local para equipes como Grêmio e Fluminense tem importância menor. Tanto o Grêmio quanto o Fluminense já foram campeões dessa competição jogando fora de casa. O importante é como essas equipes vão resolver esse jogo de 180 minutos. É uma competição completamente diferente do Campeonato Brasileiro – analisou

Dirigente cogitou Roger para comandar o time na queda de Drubscky

roger_gcom_60Fluminense vai reencontrar Roger, autor do gol do título da Copa do Brasil, em 2007, pelo clube. Amigo pessoal e fã do ex-tricolor, Mário Bittencourt comentou brincou dizendo que espera ganhar um jantar após se classificar.

- Além de um grande ídolo da nossa torcida, é meu amigo pessoal. É uma pessoa que admiro muito pelo caráter. Um dos nomes cotados quando o Ricardo Drubscky saiu era ele, nós chegamos a conversar. Não somos inimigos, somos adversários. Espero que ele saia chateado desse encontro e me pague um jantar ou um churrasco – disse.

Mário elogia Grêmio e espera que fase ruim suma na Copa do Brasil

marioNos últimos cinco jogos no Campeonato Brasileiro, o Fluminense perdeu quatro e ganhou apenas um, o que causou a saída do time do G4. Na Copa do Brasil, o Time de Guerreiros terá um duelo indigesto, contra o Grêmio. Por ser uma competição de perfil diferente, o vice-presidente de futebol do Tricolor, Mário Bittencourt, espera que os comandados de Enderson Moreira espantem a má fase, apesar da força do Grêmio nesse tipo de torneio.

– O Grêmio é um time acostumado a ganhar a Copa do Brasil, o que as pessoas costumam chamar de time copeiro. Será um confronto muito difícil, é uma equipe forte e com um grande treinador. Nós passamos por um momento não muito bom. Mas essa competição é diferente, não retrata o que é o Campeonato Brasileiro. Os dois melhores colocados do Brasileiro já foram eliminados – analisou.

Confira as notícias do NETFLU também no Google +

googleplusMantendo a tradição de trabalhar com todas as ferramentas possíveis para facilitar o acesso dos torcedores às informações, o NETFLU também está disponível no Google Plus, além do Twitter e do Facebook. Os tricolores que ainda não conhecem a rede social e querem fazer parte da família do portal, basta ter uma conta google, clicar aqui e acompanhar. Mais novidades em breve, aguardem!