Libertadores vira grande motivação para Fred

Fred quer apoio da torcida em momento de transição (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Fred quer apoio da torcida em momento de transição (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

De contrato renovado até 2018, Fred está cada vez mais motivado para marcar seu nome na história do Fluminense. E, para fazer isso, ele tem a Libertadores como um grande foco. O atacante, claro, primeiro pensa nesta temporada, mas vê grupo também com vontade de alçar voos mais altos.

 

– Ganhar a Libertadores me motiva também. Lógico que temos de pensar nesse ano. Estamos vivendo um momento de transição e vamos precisar muito do apoio da torcida. Mas todos podem ter certeza de que estou muito motivado e encontro um grupo muito motivado por esse objetivo – disse.

Pra ficar ruim tem que melhorar. Veja palco da estreia do Flu

O Fluminense estreia no Campeonato Carioca, neste domingo, às 19h30, contra o Friburguense, no Raulino de Oliveira. E o palco do primeiro jogo do Tricolor no Estadual, para ficar ruim, ainda teria de melhorar um pouco.

O campo do Raulino de Oliveira está em péssimas condições e, segundo informações do site Lancenet, houve por lá um jogo de rúgbi no fim do ano passado. Além disso, neste fim de semana, teve a partida do time de juniores do Volta Redonda, assim como a estreia do Voltaço no Carioca, contra o Barra Mansa.

Veja como está o campo:

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O que você achou da saída de Cícero?

enquete2

O que você achou da saída de Cícero?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Site oficial recorda conquistas e gestos marcantes de Fred no Flu

Fred carrega Assis nos ombros após título de 2010 (Foto: Photocamera)

Fred carrega Assis nos ombros após título de 2010 (Foto: Photocamera)

Grande referência do atual time do Fluminense, Fred está no clube desde 2009 e acaba de renovar contrato até o fim de 2018. Entre seu primeiro ano até agora, o atacante conseguiu importantes conquistas e também realizou gestos marcantes, como recorda o site oficial.

 

Fred desembarcou nas Laranjeiras como status de grande reforço em 2009, contratado junto ao Lyon, da França. Antes, já havia defendido a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2006. Em sua primeira temporada, enfrentou muitas lesões, mas liderou o time em arrancada improvável evitando um rebaixamento no Campeonato Brasileiro que parecia certo. O Tricolor tinha apenas 1% de chance, segundo os matemáticos de se salvar da queda. O camisa 9 fez muitos gols na reta final da competição, sendo determinante.

 

Fred com a taça de campeão brasileiro de 2012 (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Fred com a taça de campeão brasileiro de 2012 (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

No ano seguinte, mais uma vez, teve muitas lesões, mas deu sua primeira volta olímpica pelo clube. Mesmo tendo ficado fora de boa parte do Brasileirão de 2010, Fred conseguiu retornar ao time na reta final e foi o responsável por levantar a taça e também por carregar um outro ídolo tricolor nos ombros na comemoração após a vitória sobre o Guarani, por 1 a 0, no Engenhão: Assis. Esse gesto marcou muito à época.

 

Já em 2011, não teve títulos, mas Fred voltou a fazer muitos gols e o Fluminense terminou o Brasileiro em terceiro lugar, conseguindo novamente vaga na Libertadores. O ano seguinte foi praticamente perfeito para Fred. Vieram o título carioca e brasileiro. No Brasileirão, o atacante foi fatal, sendo o artilheiro e eleito o craque da competição.

 

Fred recebe premiação individual pelo Brasileirão de 2012 (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Fred recebe premiação individual pelo Brasileirão de 2012 (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

Veja os títulos de Fred pelo Fluminense:

 

Campeonato Brasileiro: 2010 e 2012
Campeonato Carioca: 2012

 

Confira as premiações individuais do capitão tricolor:

 

Artilheiro do Brasileirão: 2012 e 2014
Melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2012
Artilheiro do Campeonato Carioca: 2011

Estreante admite frio na barriga e confiança

Victor Oliveira (atrás) afirma ter se preparado muito bem para a partida (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Victor Oliveira (atrás) afirma ter se preparado muito bem para a partida (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

Um dos sete reforços do Fluminense para o ano, Victor Oliveira admite um certo frio na barriga para sua estreia no Campeonato Carioca, neste domingo, contra o Friburguense, às 19h30, no Raulino de Oliveira. Mas nada que lhe tire a confiança. Titular na equipe de Cristóvão Borges, o zagueiro afirme ter se preparado muito bem para este momento.

– O Sempre dá um pouco de frio na barriga, mas ao mesmo tempo estou confiante. Eu me preparei bem para esse jogo, então tenho de estar confiante – disse.

Todos os reforços do Fluminense já foram regularizados

Giovanni é um dos titulares do Fluminense para o jogo deste domingo (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Giovanni é um dos titulares do Fluminense para o jogo deste domingo (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

O Fluminense contratou sete jogadores para esta temporada e nenhum deles é problema para a estreia no Campeonato Carioca, neste domingo, contra o Friburguense, às 19h30, no Raulino de Oliveira. Todos os reforços já estão regularizados.

Deles, Victor Oliveira, Giovanni, Vinícius e Lucas Gomes serão titulares. João Filipe, Guilherme Santos e Marlone são opções para o banco de reservas.

Maioria dos internautas pede boicote ao Campeonato Estadual

No que depender de uma parte dos torcedores do Fluminense, o clube, em resposta às represálias da Ferj, deveria boicotar o Campeonato Estadual. A forma? Pondo times reservas/mistos na competição. Foi o que opinou a maioria dos internautas (67% ao todo) que votou na enquete realizada pelo NETFLU. Confira abaixo o resultado:

2

 

 

Renato: “Gol de barriga não teria sido a mesma coisa no Engenhão”

rgA possibilidade real de o Maracanã não ser utilizado neste Campeonato Estadual gera críticas de nomes que fizeram a história da competição. Autor do legendário gol de barriga de 1995, Renato Gaúcho diz que o Carioca perde muito sem o principal estádio do futebol brasileiro.

– O gol de barriga não teria sido a mesma coisa no Engenhão. Sem o Maracanã, o Campeonato Carioca, que tem seu charme, perde 70% da graça. É um estádio em que todo mundo chega com facilidade. Todo grande artista quer se apresentar no melhor palco. E é indiscutível que esse palco é o Maracanã – afirma o treinador, atualmente sem clube.

 

Em nota, Ferj volta a criticar Flamengo e Fluminense

RLO festival de notas oficiais não param. Neste domingo, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro divulgou novo comunicado, atacando, para variar, Flamengo e Fluminense. A motivação foi a nota divulgada pelo Rubro-Negro, após as agressões verbais do presidente da Ferj, Rubens Lopes, ao mandatário do Fla, Eduardo Bandeira de Mello.  O texto diz que Rubinho está aberto ao diálogo. Veja:

“A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro vem a público manifestar-se a respeito da nota oficial publicada pelo Conselho Diretor do Flamengo, onde finalmente fica claro o real objetivo da sua atual administração que, utilizando-se do grande prestígio e da credibilidade da instituição Flamengo, transforma uma iniciativa benéfica para todos os torcedores cariocas em um jogo político e de poder, sem se preocupar com os malefícios ao futebol como um todo.

A atual administração do Flamengo utiliza-se da mídia para incitar a torcida contra decisão legítima, estabelecida em processo democrático do qual sempre participou acatando suas decisões, em grande parte, benéficas ao próprio Flamengo.

Busca essa administração, na pessoa de seu Presidente Eduardo Bandeira de Mello, através da importância e da repercussão de tudo que envolve a instituição Flamengo, tanto pela sua gloriosa história quanto pelo sua imensa torcida, induzir a erro a sociedade, posicionando-se como vítima quando na verdade lidera um movimento antidemocrático, contrário aos interesses do público, já que objetiva impedir a redução de preços e restringir o acesso do torcedor aos estádios durante o Campeonato Carioca, um campeonato de cunho popular.

Com inverdades e manipulação de fatos imputa esta decisão a uma pretensa “ditadura” da FFERJ, quando na verdade a decisão partiu de um sistema democrático que envolve todos os clubes objetivando, exclusivamente, trazer de volta o torcedor aos estádios.

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro repudia veementemente todo o conteúdo da nota expedida pelo Conselho Diretor do Flamengo, teor este ofensivo ao seu Presidente, Rubens Lopes da Costa Filho, o qual vem sendo, insistentemente, o alvo de Fluminense e Flamengo por uma decisão tomada exclusivamente pelos clubes.

Tornar a pessoa do Presidente da FFERJ o alvo dessa discussão demonstra o verdadeiro objetivo das atuais administrações de Flamengo e Fluminense: utilizar-se do peso das instituições que representam em prol da ganância e sede de poder, nem que para isso tenham que prejudicar o Futebol Carioca como um todo.

A História nos mostra que uma inverdade propagada exaustivamente se torna verdade para aqueles que não têm acesso aos fatos reais ou não consideram as entrelinhas.

A mentira, o complô, a distorção, a intriga e a ofensa ao homem de bem são as armas dos ímpios quando buscam concretizar seus planos de poder a qualquer custo, porém, a defesa da honra, é uma prerrogativa que será exercida por esta Instituição e seu Presidente, utilizando-se de todas as instâncias legais necessárias, já que nunca nos acovardamos com intimidações, ameaças ou ataques de quem quer que seja.

O Clube de Regatas do Flamengo e o Fluminense Futebol Club, assim como seus torcedores, não são instituições do futebol carioca, mas sim instituições nacionais muito maiores que suas atuais administrações.

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro sempre se posicionou pelo diálogo entre Flamengo, Fluminense e demais clubes, já que também não tem o poder de impor outra medida diferente daquela decidida democraticamente, porém, desde o princípio, tanto Flamengo e Fluminense, através de notas à imprensa, deixaram claro sua posição de atacar a Federação e a pessoa de seu Presidente, imputando-lhe uma culpa que não lhe cabe.

Nem o respeito por aqueles que pereceram na luta pelo fim da ditadura em nosso País impediu a direção do Fluminense de covardemente ofender as suas memórias, comparando a decisão dos clubes quanto a um campeonato de futebol, com um dos períodos mais negros de nossa história.

A lamentável atitude das atuais administrações de Flamengo e Fluminense não condiz com a gloriosa história das instituições que representam, e é em respeito a esta história que a FFERJ, através de seu Presidente Rubens Lopes da Costa Filho, continua aberta ao diálogo e a promover iniciativas que possam, novamente, trazer a paz ao futebol do nosso Estado.

Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2015

Rubens Lopes da Costa Filho”

Permanência de Fred motiva centroavante da base do Flu

Foto: Nelson Perez

Foto: Nelson Perez

A notícia da renovação de contrato de Fred, anunciada com pompas no Salão Nobre do Fluminense, animou a molecada da base. Centroavante do sub-20, Euller se diz mais motivado com a permanência do capitão e ídolo.

– Sou muito fã do Fred e saber que ele vai continuar aqui no Fluminense é muito bom. Muito importante ter um jogador deste nível, que atuou na Europa e pela Seleção. Quando um clube tem um jogador assim, motiva a gente aqui da base. Todo mundo quer atuar no time que joga o Fred – contou Euller.