Eliminação do Fluminense deixa Luxemburgo cauteloso

2O Fluminense goleou o América-RN por 3 a 0 em Natal. A classificação era dada como certa, mas com uma atuação irreconhecível, o time perdeu por 5 a 2 no Maracanã e foi eliminado. Na quarta, o Flamengo venceu por 1 a 0 a equipe potiguar, mas é cauteloso.

- Temos de agora esquecer a Copa do Brasil e pensar no Campeonato Brasileiro. É uma vitória importante, adversário vai ter de jogar também no Brasileiro, está em situação desconfortável. É uma vantagem, mas não tem nada decidido. O Fluminense fez uma vantagem aqui, todo mundo achou que estava classificado, e eles conseguiram retomar –  afirmou o treinador do arquirrival, Vanderlei Luxemburgo.

Elivélton descarta jogo “fora de casa” contra o Bahia

3Impossibilitado de atuar no Maracanã, o Fluminense decidiu mandar o jogo contra o Bahia em Brasília. Apesar de longe do Rio de Janeiro, o zagueiro Elivélton não acredita que faltará apoio, lembrando da quantidade de tricolores na capital federal.

- Não acho que é jogar fora, sabemos que a torcida do Fluminense em Brasília é muito grande, o calor da torcida ajuda muito lá. Já sentimos isso quando estivemos lá neste Brasileiro – destacou.

Rival sonha repatriar Thiago Neves

tnIdentificado com o Fluminense, Thiago Neves provocou a ira dos tricolores ao acertar com o Flamengo em 2011. Não demorou muito, porém, para retornar ao clube onde mais fez sucesso na carreira. No ano seguinte voltou às Laranjeiras e foi campeão carioca e brasileiro. Entretanto, o destino do apoiador poderá ser a Gávea mais uma vez.

De acordo com o jornal Lance, o Rubro-Negro sonha em repatriar o jogador, hoje no Al Hilal, da Arábia Saudita, para a próxima  temporada.

Thiago foi vendido pelo Flu ao clube asiático no meio do ano passado pela oportunidade de fazer dinheiro e pela má fase pela qual vivia o então camisa 10.

Rafinha acredita que Flu tem força para suportar a maratona

Foto: Photocamera

Foto: Photocamera

Apesar do elenco reduzido e escassez de opções em alguns setores, o Fluminense está preparado para a sequência da maratona. É a opinião do jovem Rafinha, que ganhou a vaga após lesões de Valencia, Edson e Diguinho.

- O elenco é bom, grande, quem entrar ali vai dar conta do recado. Se machuca um, o outro entra e dá conta. É muito jogo, quarta e sábado. Normal o jogador ter uma dorzinha muscular, mas o professor está equilibrando isso em tempo de descanso e treinamentos para não ficarem muitos jogadores no DM (departamento médico) – disse o volante, cria do clube.

Fluminense tem pouco mais de 40 horas para contratar

3A janela de transferências nacional está perto de ser fechada. Até 23h59 desta sexta-feira, os clubes brasileiros não poderão mais contratar ninguém. Alguns ainda carecem de peças de reposição, como o Fluminense, hoje, com apenas três zagueiros disponíveis no elenco.

As opções, porém, são escassas. Poucos atletas da Série A ainda não completaram sete jogos. As alternativas, portanto, recaem sobre as Séries B, C e D ou procurar por jogadores que estavam atuando no exterior e tenham encerrado seus vínculos antes do fim da janela de transferências internacionais no Brasil.

O site Globoesporte.com elaborou quais são as equipes que ainda necessitam de reforços, dentre elas, o Fluminense. O Tricolor quer um zagueiro e um atacante de velocidade, que é necessidade antiga. A pressão por um jogador com tal estilo vem até do próprio elenco. Mas faltam nomes disponíveis.

2

 

Confira as cinco notícias mais lidas de quarta-feira

Veja:

- Ex-atacante do Flu sofre lesão chocante e para por seis meses
- Zagueiro explica discussão com torcedor do Flu em Niterói
- Lesões de Valencia intrigam até departamento médico do Flu
- Executivo do Fluminense discute alteração no contrato
- Diego Cavalieri não treina com o grupo; Chiquinho é dúvida

5maislidas

Choque de cabeça: Médicos terão autonomia para tirar atleta de jogos

Álvaro Pereira insistiu para continuar jogando , na Copa, mesmo depois de desmaiar em campo, após violento choque de cabeça.

Álvaro Pereira insistiu para continuar jogando , na Copa, mesmo depois de desmaiar em campo, após violento choque de cabeça.

Preocupada com os casos de concussão cerebral, a Fifa deve, realmente, dar autonomia aos médicos dos clubes, para definirem se um jogador será ou não retirado de campo, independente da decisão do atleta. Essa situação, aliás, já está sendo válida na Europa, através da UEFA, e deve ser expandida para todo o mundo do futebol..

Chefe do Comitê Médico da entidade, Michel D’Hooghe, comentou que o tempo dos profissionais para avaliar se o jogador lesionado está apto ou não para continuar em campo é muito curto e formulou a proposta para que a partida seja interrompida pelo árbitro por três minutos.

- Quando existe uma suspeita de concussão, o árbitro deve parar o jogo por três minutos. Porque três minutos é o tempo necessário para o médico do time avaliar a situação do jogador. Claro, se ele está inconsciente, a decisão é tomada rapidamente. Mas existem situações em que ele precisa falar com o jogador e perguntar: “você está em um campo de futebol ou em um supermercado?” – comentou Michel D’Hooghe.

Veja quais foram as últimas postagens dos blogueiros do NETFLU

1544334_748738085181477_8442661520729741973_nJoão Marcelo Garcez, Roberto Sander, Toni Platão, Leandro Dias, Paulo Brito e Rodrigo Mendes. O sexteto opina sobre o Fluminense semanalmente. Confira os últimos posts dos blogueiros:

JOÃO GARCEZ

ROBERTO SANDER

TONI PLATÃO

LEANDRO DIAS

 

PAULO BRITO

RODRIGO MENDES

 

 

 

Esperança: Aproveitamento do Fluminense é o mesmo de 2011

Foto: Photocamera

Foto: Photocamera

Terminada a 25ª rodada do Brasileirão, o Fluminense continua fora do G4, e mesmo depois da vitória sobre o São Paulo, a classificação à Libertadores da América ainda é uma grande dúvida para o torcedor. No entanto, se compararmos com o Campeonato Brasileiro de 2011, quando o Tricolor foi terceiro colocado, as esperanças  da vaga na competição internacional aumentam.

Após as 25 primeiras rodadas, o aproveitamento era igual ao desta temporada. O time das Laranjeiras tinha 40 pontos, com? 12 vitórias, um único empate e doze derrotas, aproveitamento de 49,3%. Em, 2014, são tem 40 pontos conquistados em 11 vitórias, sete empates e sete derrotas. Além dos empates, a campanha deste ano chama a atenção ainda pelo bom desempenho contra os adversários diretos na briga pelo G4. Ao todo, são apenas 3 derrotas em 13 jogos contra as grandes equipes.

Tricolor bate o Corinthians e vai às semifinais do Brasileiro de Fut 7

fut-7-1-out-616x531Mais um adversário do Fluminense ficou no caminho do Campeonato Brasileiro Fut 7. O Tricolor nem precisou usar a vantagem do empate para eliminar o Corinthians e se classificar às semifinais da competição. Após empate em um gol no primeiro confronto, o Fluzão derrotou por 2 a 0 o time paulista e garantiu vaga entre os quatro melhores. Alemão e Ryan marcaram os gols da vitória, no segundo tempo. As partidas foram disputadas no campo do Clube Israelita Adolpho Bloch, na Barra, na última sexta-feira, 26, e no dia seguinte.

No primeiro jogo, o Fluminense saiu em vantagem com gol de Vini, aproveitando rebote do goleiro. Leo Moratta empatou e deu números finais ao duelo. Na segunda partida, o Tricolor saiu novamente na frente e resistiu à pressão do Corinthians até ampliar o placar e garantir a classificação.

Para chegar à decisão do Brasileiro de Fut 7 o Fluminense terá de passar pelo Vasco, que aplicou goleada de 6 a 0 sobre o Caja-PR. Os confrontos estão previstos para os dias 19 e 25 de outubro, no Rio de Janeiro.