Marlon encara primeira expulsão na carreira com maturidade

Foto:Photocamera

Foto:Photocamera

Na goleada sobre o Corinthians por 5 a 2, na penúltima rodada do Brasileiro, Marlon foi expulso quando o jogo estava 4 a 1 para o Fluminense. Aliviado pela confirmação da vitória expressiva, não se abalou com o primeiro cartão vermelho como profissional.

- Não é por causa de uma expulsão que devo colocar a cabeça na terra e sim erguê-la. Mesmo porque o time saiu vencedor. Infelizmente não conquistamos a classificação para a Libertadores. Foi a vontade de Deus. Já que não conseguimos agora é manter a tranquilidade, ter paciência e ver como ficará para o ano que vem – disse.

Fluminense goleia o Vasco e é campeão no futsal

3Na prévia da decisão da categoria sub-13, Fluminense e Vasco fizeram o clássico da sub-11 no ginásio do Grajaú Country Clube. O Tricolor já havia vencido a primeira partida da decisão por 3 a 0 e tinha boa vantagem sobre o Cruzmaltino. No jogo da volta, a garotada das Laranjeiras não tomou conhecimento do adversário e aplicou uma goleada de 7 a 3, confirmando o favoritismo.

A partida chegou a marcar 7 x 1 para a equipe das Laranjeiras, mas o Vasco a correu atrás e marcou mais dois gols. Antes do apito final, a torcida do Flu já provocava o rival e entoava gritos de “Vice de novo”.

Marlon achou que ficaria apenas treinando nesta temporada

1A titularidade no Fluminense veio antes do esperado. O zagueiro Marlon ainda se surpreende pelas várias chances que teve na equipe profissional do tetracampeão brasileiro. Ele faz uma auto-avaliação e acredita que correspondeu às expectativas da comissão técnica e dos torcedores.

- Achei tudo muito rápido. Minha meta era ter oportunidades somente no ano que vem, porque muitos garotos sobem para o grupo profissional, ficam treinando e não jogam. Pensei que seria assim comigo também. Entrei, joguei bem e, principalmente, pude ajudar meus companheiros. Todos me ajudaram e espero repetir a sequência em 2015 – contou o zagueiro.

“A gente queria muito o Conca”, revela dirigente do São Paulo

Foto: Photocamera

Foto: Photocamera

O desejo do São Paulo e de seu treinador, Muricy Ramalho, parece ter ficado apenas no campo da imaginação. O clube descartou a contratação do ídolo do Fluminense, Darío Conca. O salário impossibilita qualquer negócio.

- A gente queria muito o Conca. Mas queria muito mesmo. O problema é que esses R$ 650 mil (valor dos vencimentos mensais do argentino) ficam inviáveis – disse o vice-presidente de comunicação e marketing do São Paulo, Julio Casares

Decepção? Zagueiro prefere enaltecer campanha no Brasileiro

Foto: Photocamera

Foto: Photocamera

A sexta colocação no Brasileiro não agradou aos tricolores. A classificação à Libertadores era esperada, mas o zagueiro Marlon não acredita que a temporada foi tão frustrante assim. No entanto, está na expectativa por um 2015 ainda melhor.

- A campanha do Fluminense foi muito boa. O mesmo time que brigou para não ser rebaixado em 2013 acabou em quinto (sexto, na realidade). Infelizmente não pudemos agradar os torcedores e nem nos agradar também. Vamos continuar trabalhando mantendo o foco e já pensar na pré-temporada da e no Campeonato Carioca – declarou.

Primeiro título brasileiro do Fluminense completa 44 anos

campeaoHá exatos 44 anos, o Fluminense alegrava a torcida com o primeiro título brasileiro de sua gloriosa história. Diante de 132 mil tricolores, a equipe do técnico empatou com o Atlético-MG por 1 a 1 no Maracanã, e levantou o troféu da Taça de Prata, o Brasileiro da época, reconhecido oficialmente em 2010.

O atacante Mickey, de cabeça, foi autor do gol do título, aos 33 minutos do primeiro tempo. Vaguinho, do Galo, empatou aos dois da etapa final.

Vinte clubes participaram daquela edição. O Fluminense venceu 10 partidas, empatou cinco e perdeu quatro. Marcou 29 gols e tomou 16. O artilheiro do time  foi o centroavante Flávio, com 11 gols, perdendo apenas para Tostão, do Cruzeiro, com 12.

Confira a campanha do Flu no Brasileirão de 1970:

 

Fase de Classificação

Fluminense 1 x 0 Corinthians-SP
Data: 26/9/1970
Local: Maracanã
Juiz: Agomar Martins
Renda: Cr$ 76.466,00
Público: 18.811
Gol: Flávio
Time: Jorge Vitório, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi; Cafuringa, Flávio, Jair (Samarone) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 2 x 1 Cruzeiro-MG
Data: 3/10/1970
Local: Maracanã
Juiz: Ramon Barreto
Renda: Cr$ 135.683,50
Público: 32.320
Gols: Lula (2)
Time: Jorge Vitório, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi (Cláudio); Cafuringa, Flávio, Samarone e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 2 x 1 Grêmio-RS
Data: 7/10/1970
Local: Maracanã
Juiz: Armando Marques
Renda: Cr$ 123.368,50
Público: 29.947
Gols: Lula e Marco Antônio
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi; Cafuringa (Wílton), Flávio, Samarone (Cláudio) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 3 x 0 América-RJ
Data: 11/10/1970
Local: Maracanã
Juiz: José Faville Neto
Renda: Cr$ 118.382,50
Público: 28.291
Gols: Flávio (2) e Samarone
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis (Albérico) e Marco Antônio; Denílson e Didi; Cafuringa, Flávio, Samarone (Cláudio) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Bahia 1 x 0 Fluminense
Data: 14/10/1970
Local: Lourival Batista (Aracajú)
Juiz: Romualdo Arppi Filho
Renda: Cr$ 64.400,00
Público: não divulgado
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Albérico e Marco Antônio; Denílson e Didi (Cláudio); Cafuringa, Flávio, Samarone (Mickey) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Santa Cruz 0 x 1 Fluminense
Data: 18/10/1970
Local: Ilha do Retiro
Juiz: José Faville Neto
Renda: Cr$ 63.239,00
Público: 14.524
Gol: Flávio
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi; Cafuringa (Wílton), Flávio, Samarone (Cláudio) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 1 x 1 São Paulo
Data: 22/10/1970
Local: Maracanã
Juiz: Armando Marques
Renda: Cr$ 33.863,00
Público: 7.391
Gol: Marco Antônio
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Silveira e Didi; Cafuringa, Flávio, Samarone (Mickey) e Lula (Jair)
Técnico: Paulo Amaral

Internacional 2 x 0 Fluminense
Data: 25/10/1970
Local: Beira Rio
Juiz: Sebastião Rufino
Renda: Cr$ 133.495,00
Público: não divulgado
Time: Jorge Vitório, Oliveira, Paulo Lumumba, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi (Cláudio); Cafuringa, Flávio, Samarone e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 3 x 1 Vasco
Data: 1/11/1970
Local: Maracanã
Juiz: Armando Marques
Renda: Cr$ 235.235,50
Público: 55.372
Gols: Flávio, Silveira e Marco Antônio
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Silveira e Didi; Cafuringa (Wílton), Flávio, Samarone (Cláudio) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 6 x 1 Ponte Preta
Data: 4/11/1970
Local: Maracanã
Juiz: José Luís Barreto
Renda: Cr$ 32.339,50
Público: 7.710
Gols: Flávio (3), Lula, Didi e Teodoro (contra)
Time: Félix (Jairo), Oliveira (Albérico), Galhardo, Assis e Marco Antônio; Silveira e Didi; Cafuringa, Flávio, Samarone e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Palmeiras 0 x 3 Fluminense
Data: 7/11/1970
Local: Morumbi
Juiz: Sebastião Rufino
Renda: Cr$ 147.845,00
Público: não divulgado
Gols: Flávio (3)
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi (Silveira); Cafuringa, Flávio, Samarone (Mickey) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 1 x 1 Botafogo
Data: 12/11/1970
Local: Maracanã
Juiz: Arnaldo César Coelho
Renda: Cr$ 126.372,00
Público: 31.518
Gols: Mickey
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi (Cláudio); Cafuringa, Mickey, Samarone (Silveira) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Santos 1 x 0 Fluminense
Data: 18/11/1970
Local: Pacaembú
Juiz: Armando Marques
Renda: Cr$ 96.592,00
Público: não divulgado
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Paulo Lumumba e Marco Antônio; Denílson e Didi (Silveira); Cafuringa, Flávio, Samarone e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 1 x 1 Flamengo
Data: 22/11/1970
Local: Maracanã
Juiz: Romualdo Arppi Filho
Renda: Cr$ 383.759,50
Público: 81.616
Gol: Cafuringa
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio (Silveira); Denílson e Didi; Cafuringa, Flávio, Samarone (Cláudio) e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Atlético-MG 3 x 1 Fluminense
Data: 29/11/1970
Local: Mineirão
Juiz: José Faville Neto
Renda: Cr$ 258.488,00
Público: 58.059
Gol: Samarone
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Toninho; Denílson e Didi (Silveira); Cafuringa, Flávio (Mickey), Samarone e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Atlético-PR 1 x 1 Fluminense
Data: 6/12/1970
Local: Belfort Duarte
Juiz: José Faville Neto
Renda: Cr$ 47.411,00
Público: não divulgado
Gol: Mickey
Time: Félix, Oliveira (Silveira), Galhardo, Assis e Toninho; Denílson e Didi; Cafuringa, Mickey, Samarone e Lula (Wílton)
Técnico: Paulo Amaral

 

Quadrangular Final

Fluminense 1 x 0 Palmeiras
Data: 13/12/1970
Local: Maracanã
Juiz: Armando Marques
Renda: Cr$ 225.423,50
Público: 50.421
Gol: Mickey
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi; Cafuringa, Mickey, Samarone (Silveira) e Lula (Wílton)
Técnico: Paulo Amaral

Cruzeiro 0 x 1 Fluminense
Data: 16/12/1970
Local: Mineirão
Juiz: Sebastião Rufino
Renda: Cr$ 127.688,00
Público: Não divulgado
Gol: Mickey
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio (Toninho); Denílson e Didi; Cafuringa, Mickey (Silveira), Samarone e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Fluminense 1 x 1 Atlético-MG
Data: 20/12/1970
Local: Maracanã
Juiz: José Faville Neto
Renda: Cr$ 535.419,00
Público: 112.403
Gol: Mickey
Time: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antônio (Toninho); Denílson e Didi; Cafuringa, Mickey, Cláudio e Lula
Técnico: Paulo Amaral

Equipe base: Félix – Oliveira – Galhardo – Assis e Marco Antônio; Denílson e Didi; Cafuringa – Flávio (Mickey) – Samarone e Lula

 

 

Nove jogadores devem voltar ao Fluminense em 2015

Foto: Photocamera

Eduardo jogou pelo Ceará neste ano. Foto: Photocamera

O Fluminense busca reforços, mas poderá encontrar dentro de Laranjeiras nomes para compor seu elenco. No mínimo, oito jogadores devem retornar de empréstimo e se apresentar dia 7 de janeiro, na sede do clube.

São eles: os laterais-direitos Wellington Silva e Igor Julião, o zagueiro Wellington Carvalho, os meias Higor e Eduardo, e os atacantes Marcos Júnior, Samuel, Michael e Martinuccio.

Wellington Silva terminou o ano como titular do Internacional e o futuro segue indefinido. O clube gaúcho tem a opção de compra. O zagueiro Wellington Carvalho foi pouco aproveitado no Ceará, diferentemente de Eduardo, um dos principais nomes do Vovô na Série B do Brasileiro.

Titular do Sport Kansas City (EUA), Igor Julião retorna para tentar buscar uma vaga entre os onze. Se não conseguir, requisitará novo empréstimo. No ataque, Samuel foi quem teve maior destaque vestindo a camisa do Goiás. O Sport deseja a contratação dele. Marcos Júnior foi dispensado pelo Vitória, mesma situação de Higor e Michael no Criciúma.

“Com a cabeça no lugar”, Marlon não esperava por titularidade

1Sempre tranquilo em suas entrevistas coletivas, Marlon nunca deixou o sucesso subir à cabeça. O zagueiro tem sido reconhecido pelo torcedor do Fluminense, principalmente pela serenidade com a bola e a técnica com que demonstra. Apesar disso, contou que se surpreendeu com a titularidade em seu primeiro ano de profissional.

- Para mim foi um ano muito proveitoso. Não esperava que as oportunidades fossem aparecer tão rapidamente, mas aconteceu. Infelizmente não foi da maneira que eu queria porque meus companheiros se machucaram, mas pude aproveitar do melhor jeito possível. Agora é focar para o ano que vem. Preciso ter a cabeça no lugar – disse o zagueiro.

Rafinha espera um Flu ainda mais competitivo em 2015

Foto: Photocamera

Foto: Photocame40

Apesar da sexta colocação no Brasileiro, a temporada do Fluminense decepcionou sua torcida. O time foi eliminado precocemente no Estadual, Copa do Brasil e Sul-Americana, e não conseguiu levar confiança aos tricolores. Para 2015, Rafinha espera por um time mais forte.

- O Fluminense entra em todas as competições sempre com o objetivo do título. Em 2015, não pode ser diferente – resumiu o volante, que espera por mais chances.

Fotos: Diego Cavalieri assina com o Fluminense

1

2

5

3