No rachão, Walter leva a melhor sobre Fred

Walter foi bem na atividade da manhã deste sábado (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Walter foi bem na atividade da manhã deste sábado (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

Se no time Fred é titular e Walter reserva, no rachão do Fluminense, realizado na manhã deste sábado, nas Laranjeiras, quem levou a melhor foi o Waltinho. O time comandado pelo camisa 18 venceu a atividade recreativa por 2 a 1 com dois gols seus.

O Fluminense se prepara para o jogo de domingo, contra o Resende, em Volta Redonda, pela sétima rodada do Campeonato Carioca.

Cristóvão explica ausência de Wagner contra o Vasco

Wagner se contundiu ainda na segunda rodada do Carioca (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Wagner se contundiu ainda na segunda rodada do Carioca (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

Wagner, se nada de errado acontecer, volta ao Fluminense no jogo de domingo, contra o Resende, em Volta Redonda. Mas ele até poderia ter retornado no clássico do domingo passado, diante do Vasco. Cristóvão Borges explica que isso não ocorreu porque o apoiador ainda sentia uma certa insegurança na perna esquerda, contundida com uma pancada ainda na segunda rodada do Carioca.

– Ele não entrou no último jogo por falta de confiança. Nós conversamos, ele treinou todos os dias desta semana, e, agora, está bem. É um jogador que conhece nosso estilo e vai somar, com certeza – disse o técnico.

Marlon volta a fazer treino físico com bola

Marlon se recupera se cirurgia no nariz (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Marlon se recupera se cirurgia no nariz (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

No treino realizado pelo Fluminense, na manhã deste sábado, nas Laranjeiras, Marlon foi uma das boas notícias. O zagueiro calçou as chuteiras e foi a campo para realizar um trabalho físico com a sua bola, ficando mais próximo do retorno aos jogos da equipe.

O defensor se recupera de uma cirurgia no nariz em função de fratura sofrida no Sul-Americano sub-20, no Uruguai, no início do ano, pela seleção brasileira da categoria.

No Rio de Janeiro, Fred diz se sentir em casa

Fred antes pensava que só moraria em Belo Horizonte, mas já mudou seus planos (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Fred antes pensava que só moraria em Belo Horizonte, mas já mudou seus planos (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

Mineiro, Fred afirma se sentir completamente em casa no Rio de Janeiro. O atacante do Fluminense, inclusive, diz já dividir o tempo em sua terra natal e na cidade onde atua com a camisa tricolor.

– O Rio me recebeu tão bem, tenho prazer de ter muitos amigos cariocas. A cidade é esse espetáculo, conheço coisas maravilhosas a cada dia. Antes eu considerava que ia viver 100% em Belo Horizonte, hoje já divido 50% no Rio, pois estou completamente adaptado – revelou.

Espelho! No Fluminense, Kenedy aprende com o ídolo Fred

Kenedy diz que dicas de Fred o tem ajudado muito (Foto: Nelson Perez - Fluminense FC)

Kenedy diz que dicas de Fred o tem ajudado muito (Foto: Nelson Perez – Fluminense FC)

Confirmado como titular contra o Resende, domingo, em Volta Redonda, Kenedy terá mais uma oportunidade de aprender com seu ídolo no Fluminense. A jovem revelação de Xerém fará dupla de ataque com Fred, a quem tem como espelho e ouve sempre muitos conselhos.

– Sempre conto com as orientações do Fred, que além de um grande companheiro é meu ídolo. Dentro de campo, ele conversa muito comigo sobre o posicionamento, como apoiar melhor o ataque, qual o momento de apertar na marcação. Tem ajudado muito – disse.

Cristóvão explica opção por Gerson e Kenedy

Cristóvão elogia versatilidade de Gerson e força de Kenedy (Foto: Bruno Haddad - Fluminense FC)

Cristóvão elogia versatilidade de Gerson e força de Kenedy (Foto: Bruno Haddad – Fluminense FC)

Atrás da reabilitação no Campeonato Carioca, o Fluminense enfrentará o Resende, domingo, em Volta Redonda, com dois jogadores da base como titulares pela primeira vez neste ano: Gerson e Kenedy. O técnico tricolor, Cristóvão Borges está confiante de que apoiador e atacante podem mudar a cara da equipe e também destaca os bons treinamentos feitos por ambos durante a semana.

– O Gerson é um jogador versátil. Pode jogar em várias posições, por isso o coloquei como segundo volante. Já o Kenedy é muito rápido, um jogador de força. Vão contribuir muito. Estávamos precisando disso que eles vão trazer. Espero que seja realizado contra o Resende tudo que fizemos durante os treinamentos da semana – disse.

Técnico alerta que Flu precisa voltar a ganhar o quanto antes

cristovaoPara não ficar longe do G4, o Fluminense precisa vencer o Resende. E o técnico Cristóvão Borges não esconde o alvo do Tricolor: conquistar os três pontos de qualquer maneira. A preocupação do treinador é a mesma da torcida.

– Pelas derrotas seguidas, ficamos nesta situação. Neste momento, temos que nos concentrar que precisamos, independente de qualquer coisa, voltar a ganhar. Esse é nosso objetivo – afirmou.

“Estamos tentando que a transição seja positiva”, diz Cristóvão

cristovaoConfiança. Essa é a palavra chave para o técnico Cristóvão Borges quando o mesmo aposta na menina da base tricolor. Sem temer “queimar” os atletas, o treinador diz que tem feito o trabalho de transição de forma tranquila, visando o entrosamento de todos no elenco.

– Estamos tentando que a transição seja positiva. É um caminho natural. Para isso, precisamos vencer e ganhar confiança. Quando tivermos o elenco completo, ficaremos mais fortes – disse.

Gerente da base exalta parceria com Fernando Simone

simoneHerdando o lugar deixado pelo atual diretor de futebol Fernando Simone, o responsável pelas categorias de base, Marcelo Teixeira, comentou o trabalho de parceria com o dirigente.

– O Fernando (Simone) respirou Xerém por quatro anos e conhece os atletas como ninguém. A dupla Marcelo e Fernando continua funciona. Estamos sempre trocando informações e isso vai facilitar muito. O presidente Peter sempre incentivou o nosso trabalho – disse.

Marcelo Teixeira diz que Peter foi visionário ao investir na base

Marcelo-Teixeira-Fluminense-Paulo-Sergio_LANIMA20110712_0022_26Responsável pelas categorias de base do Fluminense desde quando o diretor de futebol, Fernando Simone, foi deixou o cargo vago, Marcelo Teixeira dá continuidade há um trabalho de longa data dentro do Tricolor: revelar talentos. Segundo ele, com a saída da Unimed, é natural que as chances para os jovens formados pelo clube aumentem. Por isso mesmo, num passado recente, o presidente tricolor, Peter Siemsen, fez pesados investimentos nas categorias inferiores.

– A Unimed foi fundamental para o Fluminense, foi um parceiro de longa data. Com a saída da Unimed, o presidente Peter, já imaginando que o Flu precisava se estruturar, ele fez um investimento para que hoje, os jogadores que estivessem aqui, tivessem essa transição. Existe uma motivação extra, na base do Fluminense, de forma que todo mundo consegue vislumbrar que a porta de entrada no profissional e a porta de saída de Xerém aumentou. Isso ajuda a motivar ainda mais os atletas – disse.