De carrasco a parceiro: Entenda a relação de Fred com o Tupi-MG

fred_-_nova_camisa_do_tupi_2A partida desta noite, entre o Tupi-MG e o Fluminense, no estádio municipal de Juiz de Fora promoverá o reencontro de Fred com o time mineiro. Embora seja a primeira vez na história que os times se encontram, o camisa 9 das Laranjeiras guarda boas lembranças da equipe, por conta da época que jogava no futebol mineiro. Em 2004, o matador do Flu contribuiu para o rebaixamento do time. Anos mais tarde, voltou à cidade como parceiro do clube, segundo o portal Globoesporte.com.

Em 2004, a partida entre América-MG – então clube de Fred – e Tupi marcava a última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro. Em Juiz de Fora, os donos da casa precisavam vencer de qualquer maneira para tentarem fugir da degola, e inclusive abriram o placar. No entanto, o atual camisa 9 do Flu e da seleção brasileira deixou sua marca e abriu caminho para a virada. Na sequência, mais um gol do Coelho – que concretizou o 2 a 1 no placar – acabou selando o rebaixamento do time mineiro. O Galo Carijó conquistou o acesso apenas em 2006, e não saiu mais da elite do futebol do estado.

Sempre eles! Cambistas dão o “ar da graça” em Juiz de Fora

Cambista vende ingressos ao lado do estande (Foto: Linison Vianello)

Cambista vende ingressos ao lado do estande
(Foto: Linison Vianello)

A torcida tricolor deverá tomar o estádio municipal de Juiz de Fora, no duelo contra o Tupi-MG, nesta noite, pela Copa do Brasil. Com expectativa de casa cheia, os cambistas fazem a festa nos arredores. Segundo informações do portal globoesporte.com, muitos ingressos estão na mão de cambistas, que comercializam meia-entrada com o valor de inteira (R$30). Um torcedor relatou o que vem acontecendo.

- Ontem comprei meu ingresso, meia, normal. Como trabalho próximo de onde estava vendendo, passei à noite e observei a ação deles vendendo e dizendo que todos os ingressos estavam esgotados, já cobrando o preço de hoje (quarta-feira). Hoje fui lá comprar mais uma meia quando me deparei com a situação: no estande de vendas de ingresso do jogo do Tupi acabaram as meias entradas, mas tinha uns cinco cambistas vendendo a meia a R$ 30 na cara de pau, e estavam com muitas na mão. Agiam assim: viam que a pessoa queria meia, no caso, R$ 20, e já que iam pagar R$ 40 na inteira porque não tinha mais, ofereciam a deles por R$ 30. Com o consenso do pessoal do estande, inclusive do segurança. Fiquei um tempinho lá só observando – relatou o estudante.

Bittencourt: “A Lusa pode acabar sendo excluída da Série B”

lusa2A novela envolvendo o caso do rebaixamento da Lusa parece não ter fim. Depois de deixar o campo, na partida frente ao Joinville, com a alegação de que estava acatando uma decisão judicial, a cúpula do time paulista prometeu que desistiria de tentar retorno à Série A. Entretanto, com muitas declarações desencontradas, posturas futuras ainda não foram definidas.

Ao comentar sobre o caso, o advogado do Fluminense, Mario Bittencourt, frisou que a Portuguesa corre um sério risco de ser excluída, inclusive, da Segundona.

- Acho que vai terminar com a Portuguesa excluída da Série B. A retirada de campo da Portuguesa contra o Joinville foi ideia da própria Portuguesa. Não chegou nenhuma liminar. A Portuguesa sabe que as ações dos torcedores não têm o poder de alterar as decisões dos tribunais esportivos. Se continuar com essa atitude de não ir a campo ou sair de campo, o fim disso será a exclusão – destacou ao NETFLU.

Blog: Cobiçado, Manoel segue esperando proposta oficial

manoelNa mira do Internacional, do Fluminense, Corinthians e Santos, o zagueiro Manoel segue, por enquanto, no Atlético-PR. Um dos principais atletas da equipe paranaense, o defensor não recebeu, até o momento, nenhuma proposta oficial.

Vale lembrar que, recentemente, o clube rubro-negro, eliminado precocemente da Taça Libertadores da América, deixou claro que pretende, sim, negociar o jogador.

“No Brasil, se acostumaram a não cumprir leis”, diz Mário Bittencourt

marioMuito elogiado pelo trabalho feito junto aos tribunais esportivos, o advogado do Fluminense, Mario Bittencourt, já defendeu o Tupi- MG, no ano passado, conseguindo levar a equipe à Série C, após um caso inusitado.

- O massagista interrompeu o gol deles e a gente conseguiu, no STJD, obter a classificação sem jogar aquela partida. Me contrataram especificamente para fazer esse processo. Em razão desse julgamento, subiu para a Série C – lembrou.

O caso, em si, teve o mesmo destino que o recente caso envolvendo as escalações irregulares do meia da Portuguesa, Héverton, e do lateral-esquerdo do Flamengo, André Santos. Para o advogado, todas as discussões em ambas as situações, têm uma explicação.

- Esses dois casos comprovam justamente o cumprimento das leis de regulamento dos campeonatos, mas infelizmente as pessoas no Brasil se acostumaram a não cumprir as leis, as regras, por conta dos casuísmos. Esses casos foram exemplares – ressaltou ao NETFLU.

Bittencourt detona a Lusa: “Inventaram um instituto jurídico novo”

marioNa temporada passada, o Fluminense terminou o Campeonato Brasileiro entre os quatro últimos. Entretanto, devido as escalações irregulares do meia Héverton, da Portuguesa, e do lateral-esquerdo André Santos, do Flamengo, o Time de Guerreiros acabou ficando com mais pontos do que a Lusa e o Rubro-Negro. Este fato, acarretou no rebaixamento do time paulista, já que o mesmo, assim como a equipe da Gávea, perdeu quatro pontos, após punição do STJD.

Uma nova temporada começou, mas os problemas neste sentido continuaram. Sem aceitar a punição, a Lusa esgotou todas as instâncias até entrar na Justiça Comum. Mesmo sem nenhum sucesso, dirigentes da Portuguesa se sentiram injustiçados. Baseado-se neste cenário, embora não estivessem respaldados por uma decisão que fosse exclusivamente favorável ao clube – e não a alguns de seus torcedores -, a Lusa deixou o campo na partida frente ao Joinville. De acordo com o advogado do Fluminense, Mario Bittencourt, que critica duramente a Lusa, o time paulista está criando uma situação inexistente no âmbito jurídico.

- As atitudes de agora da diretoria da portuguesa só comprovam que eles sempre estiveram errados neste caso. Quando escalaram o jogador irregular tentaram culpar o advogado, depois a CBF, em seguida o tribunal e assim por diante. Agora saíram de campo alegando cumprir uma decisão judicial onde sequer eram parte do processo e estavam intimados. Inventaram um instituto jurídico novo: ” cumprimento de decisão judicial alheia em comarca diferente” – salientou.

Fotos: Desembarque do Tricolor em Juiz de Fora

Clique na imagem desejada para vê-la ampliada:

Leandro Euzébio negocia retorno para o Goiás

Foto: Photocamera

Foto: Photocamera

Leandro Euzébio poderá voltar para o Goiás, clube onde o projetou nacionalmente até a chega da ao Fluminense. O empresário do jogador, Anselmo Paiva, confirmou que existem negociações em curso para o retorno do zagueiro ao Esmeraldino.

- Sim, estamos em negociação com o Goiás - limitou-se a dizer o empresário do zagueiro tricolor.

Com aval do técnico Ricardo Drubscky, o clube goiano quer trazer o defensor de volta a equipe para reforçar o sistema defensivo para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro.

Muito cogitado no Flu, zagueiro está a uma assinatura com o Fla

2Um dos nomes comentados para reforçar a zaga do Fluminense foi o de Marcelo, do Volta Redonda. No entanto, a revelação do clube do interior está praticamente acertado com o Flamengo. O Tricolor procurou pelo jogador, mas não prosseguir com as conversas.

- Está tudo bem adiantado. Estou em São Paulo e o que estamos fazendo agora é ir ao Rio de Janeiro e sentar com eles para resolver. Não posso dizer que está tudo certo porque não assinou ainda. Realmente o Fluminense tinha entrado em contato comigo, mas de uma maneira informal e depois sumiu. Não houve mais o contato. Outras pessoas entraram em contato comigo, o Flamengo fez uma proposta, conversamos e é um clube muito interessante para a carreira dele – revelou ao NETFLU, o empresário do zagueiro, Neto Genovês.

Palmeiras terá desfalque importante para jogo contra o Flu

2O segundo adversário do Fluminense no Campeonato Brasileiro terá um desfalque a ser lamentado. Bruno César, cérebro do meio-campo do Palmeiras, teve constatada uma lesão em seu músculo adutor da coxa direita. A previsão é que se volte aos campos em um mês.

Além de Bruno César, outro palmeirense que sofre com problemas físicos é o goleiro Fernando Prass. Ele sentiu dores no tornozelo direito na partida contra o Ituano, ainda pelo Campeonato Paulista e desde então tem sofrido com o problema. Nesta quarta-feira, ele voltou a reclamar de dores e virou dúvida para a partida deste sábado.

Palmeiras e Fluminense jogam neste sábado, às 21h, no Pacaembu.