Confira as mais lidas deste sábado

5maislidas1 – Fred teria recusado contrato de empréstimo com o Milan

2 – Em rede social, Fred declara em quem votará para presidente

3 – Em rede social, Fred declara em quem votará para presidente

4 – Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Atlético-PR

5 – Médico explica situação de Renato no Fluminense

 

Mesmo após vitória, Jean questiona arbitragem

 

Jean diz que time foi premiado pela luta (Foto: Photocamera)

Jean diz que time foi premiado pela luta (Foto: Photocamera)

Mesmo com a vitória do Fluminense por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, Jean questionou a arbitragem do baiano Marielson Alves da Silva, neste sábado, no Maracanã. O volante afirma ter muitas dúvidas em relação à falta marcada que originou o gol de empate do Furacão já no finalzinho da partida (depois Fred marcou nos descontos).

- Uma bola cruzada na área, não sei se foi falta. O juiz deixou a desejar. Não posso dizer que é como sempre, mas como na maioria dos jogos. Vem ficando mais complicado. Independentemente disso, não podemos dar mole. Mas valeu pela garra e determinação. Fomos premiados – disse.

Carlinhos dá a entender que está saindo do Fluminense

Carlinhos fez cruzamento para gol de Wagner (Foto: Photocamera)

Carlinhos fez cruzamento para gol de Wagner (Foto: Photocamera)

Após a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, neste sábado, no Maracanã, Carlinhos deu entrevista na qual deixou subentendido que está deixando o clube. O lateral-esquerdo tem contrato até o fim do ano e até agora não chegou a um acordo pela renovação. Agora, afirma ter como objetivo deixar o Tricolor classificado para a Libertadores.

- Tem mais oitos jogos (sete, na verdade) e não sei se vou ficar. Está mais difícil para ficar. Pode mudar muita coisa na reta final. Passei por uma fase tentando entender algumas coisas e cheguei à conclusão de que tenho de jogar bola. E deixar as pessoas resolverem as coisas; Gostaria de deixar o Fluminense em uma situação boa. Na Libertadores. Lógico que sei o meu destino. A prioridade é deixar na Libertadores – disse.

Carlinhos começou a partida no banco de reservas e foi lançado por Cristóvão Borges no intervalo, no lugar de Chiquinho. Logo no início do segundo tempo deu cruzamento para gol de Wagner, de cabeça.

O camisa 6 chegou ao Fluminense em 2010 e, de lá para cá, foi bicampeão brasileiro (2010 e 2012) e campeão carioca em 2012 pelo Tricolor.

Diego Cavalieri alcança marca expressiva pelo Fluminense

Diego Cavalieri está no Fluminense desde 2011 (Foto: Nelson Perez - FFC)

Diego Cavalieri está no Fluminense desde 2011 (Foto: Nelson Perez – FFC)

No Fluminense desde 2011, Diego Cavalieri alcançou marca expressiva pelo clube na tarde deste sábado. Ao entrar em campo para enfrentar o Atlético-PR no Maracanã, o goleiro chegou aos 200 jogos com a camisa tricolor. Em campo, teve boa atuação e a equipe venceu por 2 a 1.

Diego Cavalieri conquistou um Carioca e um Brasileiro pelo Fluminense, ambos em 2012. Foi eleito o melhor goleiro do Brasileirão de 2012.

Cristóvão já previa algum problema com lesão

 

Marlon saiu ainda no primeiro tempo contra o Grêmio (Foto: Nelson Perez - FFC)

Marlon saiu ainda no primeiro tempo contra o Grêmio (Foto: Nelson Perez – FFC)

A saída de Marlon sentindo dores musculares ainda no primeiro tempo do jogo contra o Atlético-PR, neste sábado, no Maracanã, não surpreendeu Cristóvão Borges. O técnico do Fluminense afirma que já previa a possibilidade do time sofrer com lesões. Depois da partida corrida contra o Santos na última quarta e o pouco tempo de recuperação, o técnico lembra da torcida que fazia para não perder ninguém, mas aconteceu.
- Só dessa forma vamos conseguir chegar. Já tínhamos quase certeza que nessa semana íamos perder algum jogador por lesão. Essa equipe joga com muita intensidade. Jogos quarta e domingo. Estávamos todos rezando para passarmos ilesos, mas não deu. Mas, de qualquer forma, conseguimos a vitória que foi muito importante – disse.

O Fluminense bateu o Atlético-PR por 2 a 1, gols de Wagner e Fred.

Fred emociona torcedor e diz que empate seria injusto

Foto: Nelson Perez

Fred fez gol da vitória do Fluminense aos 46 do segundo tempo (Foto: Nelson Perez – FFC)

Foi difícil, foi no sufoco, mas o Fluminense venceu o Atlético-PR por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Maracanã. A equipe tricolor vencia até o finalzinho, mas sofreu o empate aos 45 minutos do segundo tempo. Fred, um minuto depois, garantiu o triunfo. Na saída do campo, o atacante jogou sua camisa para a torcida e viu o felizardo a pegar se emocionar e chorar. 

Contente com todos os acontecimentos, Fred afirmou que qualquer coisa diferente da vitória do Fluminense não seria justo.

- Essa é a emoção do futebol. Os torcedores que estão presentes hoje sabem da importância desse jogo pra gente. Mesmo assim, continuamos nessa arrancada rumo ao G4. Essa é a emoçao do futebol. Foi merecido, porque se a gente tivesse conquistado apenas um ponto, seria a maior injustiça – comentou.

Cristóvão desvenda segredo de Fred no Flu: “Aqui ele é feliz”

Fred já tem 13 gols no Campeonato Brasileiro (Foto: Photocamera)

Fred já tem 13 gols no Campeonato Brasileiro (Foto: Photocamera)

Se Fred foi muito atacado por sua participação na Copa do Mundo com a seleção, no Campeonato Brasileiro já tem 13 gols e é um dos principais artilheiros. Para Cristóvão Borges, isso é reflexo do quanto o atacante se sente bem no clube. Além disso, vê o camisa 9 à vontade com o esquema da equipe, que produz muitas situações de gol.

- É um jogador de alto nível, sempre foi decisivo. Por isso tem a história que fez no Fluminense. As dificuldades que ele teve na Copa, não tem aqui no Fluminense. Aqui se sente bem. A equipe cria muito e faz muitos gols. Ele sabe fazer gols, é feliz aqui, alegre. É muito importante para estar aqui e decidir – explicou.

Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Atlético-PR

Partida teve mais que 22 mil presentes (Foto: Photocamera)

Partida teve mais que 22 mil presentes (Foto: Photocamera)

CAVALIERI – NOTA: 8,0

- Fez defesas inimagináveis, quando necessário. Recuperando, aos poucos, a velha forma.

JEAN – NOTA: 5,5

- Atuação honesta, mas abaixo do que se espera. Ao menos, não comprometeu.

MARLON – NOTA: 6,0

- Vinha muito bem, fechando os espaços e dando botes certeiros, até sentir uma lesão, perto do fim do primeiro tempo.

(ELIVÉLTON) – NOTA: 6,0

- Entrou no lugar de Marlon, machucado, e deu conta do recado, apesar do rápido ataque do Atlético-PR.

GUILHERME MATTIS – NOTA: 6,5

- Não é veloz, mas é cirúrgico. Sem espalhafatosidade, passa grande segurança. Mais uma grande atuação.

CHIQUINHO – NOTA: 5,0

- Atuação abaixo da intensidade que dele se espera. Também sofreu dificuldades para marcar as jogadas do Marcelo.

(CARLINHOS) – NOTA: 6,5

- A reserva parece ter feito muito bem. Entrou muito ligado, tanto na defesa como no ataque. Além de fechar os espaços, foi responsável pela assistência que gerou o gol de Wagner.

VALENCIA – NOTA: 6,0

- Novamente muito firme na marcação. O que não tem de técnica, compensa na força de vontade. Na segunda etapa, deixou o campo após sentir algum incômodo.

(BRUNO) – NOTA: 6,5

- Entrou muito ligado também. No fim do jogo, quando tudo pendia para o empate, cruzou bola na medida para Fred definir.

EDSON – NOTA: 6,5

- Mais uma partida de gente grande. Ajudando na marcação e tentando sair para o jogo, deu a sustentação necessária para o meio de campo.

WAGNER – NOTA: 8,5

- Incrível. Correu, marcou, driblou, sofre, fez gol, lançou… fez um pouco de tudo na sua melhor partida com a camisa do Fluminense.

CONCA – NOTA: 6,5

- Não teve uma atuação absurda, mesmo assim esteve bem, prendendo a bola quando necessário e criando lances importantes no ataque.

WALTER – NOTA: 6,0

- Devido as características do Atlético-PR, não teve tanta chance de fazer o seu melhor. Mesmo assim, não deixou de participar do jogo, inclusive voltando para criar lances ofensivos.

FRED – NOTA: 7,5

- Artilheiro é para estar no lugar certo, na hora certa. E foi o que aconteceu. Quando tudo parecia acabado, lá estava Fred, dominando dentro da área e mandando para o fundo das redes.

CRISTÓVÃO BORGES – NOTA: 7,0

- Não inventou até porque as circunstância impediram. Mantendo a estrutura tática que deu liga contra o Santos, o treinador viu a equipe fazer uma partida de superação e bater o Atlético-PR.

 

Veja renda e público de Fluminense x Atlético-PR

Partida teve mais que 22 mil presentes (Foto: Photocamera)

Partida teve mais que 22 mil presentes (Foto: Photocamera)

O Fluminense voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, bateu o Atlético-PR por 2 a 1 no Maracanã. E o público pagante foi razoável. No total, foram 18.845 os pagantes. Além deles, foram 22.537 presentes.

Este total gerou uma renda de R$ 491.475,00.

Feliz com momento do Flu, Cristóvão não rechaça mudanças

Cristóvão Borges cita vários fatores que podem fazê-lo mudar o time (Foto: Photocamera)

Cristóvão Borges cita vários fatores que podem fazê-lo mudar o time (Foto: Photocamera)

O Fluminense emplacou três vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro e, momentaneamente, está no G4. Feliz com o momento da equipe, Cristóvão Borges não descarta novas mudanças na equipe. O técnico afirma não ter como prever se manterá o atual esquema de jogo até o fim por uma série de fatores: queda de rendimento, lesões, suspensões…

- Não tem como dizer isso. Se disser, vou errar. Tem as circunstâncias e o nível de performance. Nós tivemos dificuldades de fazer um grupo maior, de contratar, e fomos achando jogadores que podem fazer mais de uma posição. É difícil definir uma equipe até o final – explicou.

A vitória deste sábado, no Maracanã, por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, foi a terceira seguida do Fluminense no Brasileirão. Antes, havia passado por Criciúma e Santos.