Enderson enaltece espírito de grupo do Flu e elogia jovens promessas

(Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C)

(Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C)

Uma andorinha só não faz verão. Baseado nesse ditado popular, o Fluminense segue caminhando bem no Brasileirão desta temporada. Com vitória desta quinta-feira, o Time de Guerreiros emplacou seu terceiro triunfo consecutivo, alcançando a terceira colocação na competição. Para o técnico Enderson Moreira, isso só é possível por conta da forma como os jogadores se relacionam, sem vaidades, no grupo. Além disso, ele salientou a importância dos atletas trabalharem, mesmo quando não são muito utilizados, como no caso do meia Scarpa, que foi fundamental nesta noite.

– As palavras do Fred retrata aquilo que realmente acontece. O grupo hoje é muito focado, não fica em cima dessa vaidade. Os capitães se comprometem a se dedicar e são exemplos acima da fala. É aquilo que eu falo, não é só o Gustavo (Scarpa). Tem o Higor, o Rafinha, Lucas Gomes.. . Vejo os jogadores treinando, se dedicando. Estão buscando espaço e eu dou muita atenção para esses jogadores que não jogam. Amanhã estaremos em campo, treinando. Eles criam muita dificuldade para o time principal. A gente acaba treinando mais esses atletas do que o próprio time que joga, porque os titulares sempre precisam do tempo de descanso. Temos passado confiança, os resultados ajudam, a gente sabe disso – frisou.

Em débito com Osvaldo, clube árabe deve ceder jogador por um ano

osvaldoSe arrastando cada vez mais, a novela Osvaldo está próxima do fim. De acordo com informações do jornalista da Rádio Transamérica, Lucas Machado, o clube árabe deve uma quantia ao jogador e, por isso, o liberaria por um ano, ao invés de cedê-lo apenas até o final da temporada. Enquanto o atacante negocia a dívida com sua equipe, o Tricolor daria uma compensação financeira aos árabes, para contar com o atleta em seu elenco.

Vale lembrar que, recentemente, na posição do jogador, o Time de Guerreiros vendeu o atacante Kenedy para um grupo de empresários.

Atuações NETFLU – Fluminense 2 x 1 Santos

Lucas Gomes entrou com disposição e fez o gol da vitória (Foto: Nelson Perez - FFC)

Lucas Gomes entrou com disposição e fez o gol da vitória (Foto: Nelson Perez – FFC)

Por Rodrigo Mendes

Diego Cavalieri – Nota: 5,5

Bobeou no gol do Santos, mas se redimiu com boas defesas no fim da partida.

Wellington Silva – Nota: 6

Também vacilou no gol marcado por Ricardo Oliveira. Compensou com ímpeto ofensivo e, por pouco, não deu passe para gol de Fred, pois o artilheiro desperdiçou debaixo das traves.

Marlon – Nota: 6

Por pouco, não cometeu erro no fim do jogo ao tentar cortar bola de voleio. No mais, não comprometeu e teve atuação segura.

Antônio Carlos – Nota: 6

Foi driblado com muita facilidade por Gabriel no lance que originou o gol santista. Foi bem no restante da partida e deu lançamento que terminou em gol de Fred.

Giovanni – Nota: 4

Não estava em seu setor lá atrás para marcar no gol do Santos. No ataque foi ineficaz.

Edson – Nota: 4

Sua participação foi ruim. Errou passes no campo de defesa e engrossou. Poderia ter criado chances de perigo para o adversário.

Jean – Nota: 5,5

Uma bela cobrança de falta no primeiro tempo que quase terminou em gol e atuação correta na composição defensiva do meio de campo.

Gerson – Nota: 5,5

Viveu de lampejos. Deu belo passe para gol de Fred e finalizou uma com perigo. Colaborou, mas ainda pode render mais.

(Gustavo Scarpa, 27 do 2ºT) – Nota: 6,5

Sua entrada deu certo. Fez o cruzamento para o gol de Lucas Gomes, o da vitória tricolor.

Wagner – Nota: 4,5

Teve pouca participação na articulação das jogadas. Ficou devendo.

(Pierre, 36 do 2ºT) – Nota: 5

Entrou para compor a defesa e foi bem no que dele se espera.

Marcos Júnior – Nota: 4,5

Jogador de movimentação, foi discreto. Quando teve a bola nos pés, incomodou e foi caçado com faltas pela marcação adversária.

(Lucas Gomes, 17 do 2ºT) – Nota: 7,5

Mostrou muita disposição quando entrou. Chamou a responsabilidade, tentou as jogadas e foi premiado com o gol da vitória.

Fred – Nota: 7,5

Fez belo gol de peixinho e deu bons passes quando saiu da área. Perdeu gol incrível ao mandar bola no travessão quase da linha, mas mais por azar que incompetência. Era lance difícil com a redonda quicando e esticada.

Enderson Moreira – Nota: 7

O Fluminense não teve uma apresentação de se encher os olhos, mas foi extremamente feliz nas substituições.

Fred não crê em gol que perdeu sem goleiro: “Fiquei desesperado”

(Foto: Bruno Haddad - FFC)

(Foto: Bruno Haddad – FFC)

Autor de um dos gols da vitória do Fluminense sobre o Santos, no Maracanã, por 2 a 1, o atacante Fred poderia ter saído de campo com mais uma bola nas redes. Entretanto, o jogador perdeu uma chance incrível quando, sem goleiro, mandou a “redondinha” no travessão. Ao final da partida, ele falou sobre o lance.

- Eu fiquei desesperado. Eu não acreditei que ela não entrou. Eu me joguei na bola. Estou muito feliz pela vitória e com o que esse grupo tem feito – disse. 

Fred pega o Santos, Fluzão faz o terno e chega ao terceiro lugar

Fred, pela primeira vez pelo Fluminense, fez gol no Santos (Foto: Nelson Perez - FFC)

Fred, pela primeira vez pelo Fluminense, fez gol no Santos (Foto: Nelson Perez – FFC)

Por Rodrigo Mendes

Foi sofrido, mas o Fluminense conseguiu, na noite desta quinta-feira, no Maracanã, sua terceira vitória consecutiva e chegou ao terceiro lugar no Campeonato Brasileiro com 20 pontos. Fred, pela primeira vez pelo Tricolor, fez um gol contra o Santos e o Time de Guerreiros venceu por 2 a 1. Lucas Gomes fez o outro da equipe carioca. Ricardo Oliveira descontou para o Peixe.

Pouco inspirados, Fluminense e Santos faziam partida para lá de pobre no Maracanã. Os meias de ambos os times não criavam praticamente nada, laterais pouco chegavam ao fundo e os goleiros eram meros espectadores.

Dentro da mediocridade que era o jogo, o Tricolor conseguia ser um pouco melhor. Jean, numa cobrança de falta violentíssima, assustou de longa distância. O gol do Fluminense veio pouco antes do intervalo em um lance em que prevaleceram os talentos individuais. Após belo lançamento de Antônio Carlos, Gerson deu passe inteligente pelo alto e Fred, esperto no peixinho, testou para o fundo da rede. Esse foi seu primeiro contra o Santos, o único grande do Brasil que não havia sido vazado pelo camisa 9 do Fluzão. Foi o suficiente para a torcida acordar nas arquibancadas.

Na volta para o segundo tempo, porém, uma bobeada geral defensiva custou a vantagem logo no início. Quase sem espaço, Gabriel avançou como quis pelo lado direito, passando por Edson e Antônio Carlos e cruzando na área. Cavalieri e Wellington Silva não interceptaram e Ricardo Oliveira mandou no barbante.

Sem se abater, o Fluminense foi atrás do resultado e tentou, como dava, pressionar o Santos. Fred perdeu chance incrível ao completar, de carrinho, cruzamento rasteiro de Wellington Silva e mandar no travessão praticamente da linha. Levou azar porque a bola estava esticada e quicando. Enderson Moreira, então, resolveu mexer na equipe. Sacou Marcos Júnior e Gerson para as entradas de Lucas Gomes e Gustavo Scarpa, respectivamente. E não é que deu para lá de certo? Lançados no decorrer do duelo, os dois foram determinantes para a vitória tricolor. O meia cruzou da intermediária e Lucas fulminou de peixinho no contrapé de Vladimir.

Em vantagem, o técnico do Fluzão ainda colocou Pierre no lugar de Wagner para segurar o resultado e foi bem sucedido nessa. Mais três pontos na conta e G4 garantido. Vamos que vamos!

O Fluminense jogou com: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Marlon, Antônio Carlos e Giovanni; Edson, Jean, Gerson (Gustavo Scarpa), Wagner (Pierre) e Marcos Júnior (Lucas Gomes); Fred.

Confira as opções do Fluminense no banco de reservas

pierreA uma vitória para retornar ao G4. Esse é o panorama que o Flu terá, daqui a pouco, no Maracanã, diante do Santos. Para conquistar os três pontos, o Time de Guerreiros, caso necessite, terá as seguintes opções no banco de reservas: Julio Cesar, Henrique, Renato, Rafinha, Pierre, Higor Leite, Gustavo Scarpa, Lucas Gomes e Magno Alves.

Flu inaugura novo patrocínio na camisa nesta noite. Confira

CI8fbGBWsAAevOn

Point dos tricolores está abarrotado por torcedores do Flu

CI8e-OrXAAAX_AjUm dos principais pontos de encontro dos torcedores do Fluminense em dias de jogos no Maracanã, o Bar dos Esportes está lotadíssimo. Enquanto aguardam o início da partida diante do Santos, que começa às 21h, é natural os fãs do esquadrão verde, branco e grená se encontrarem no local, para resenharem, tomarem um cerveja ou comerem alguns petiscos.

Vale lembrar que, caso vença os paulistas, os comandados de Enderson Moreira regressarão ao G4.

Foto: Movimento é razoável na bilheteria 2 do Maracanã

CI8b6mQWgAAak8A

Tricolor está definido para o confronto diante do Santos

escaladoÉ para vencer e embalar de vez! Vindo de duas vitórias, o Fluminense tentará a trinca, nesta noite, diante do Santos, para voltar ao G4 do Brasileirão. Para isto, o técnico Enderson Moreira terá duas mudanças do time, em função de suspensão ou lesão: Marlon, na defesa, e Marcos Junior, no ataque. O time irá a campo com as seguintes peças: Cavalieri, Wellington Silva, Antônio Carlos, Marlon e Giovanni; Edson, Jean, Wagner e Gerson; Marcos Junior e Fred.